Resenha – Céu Sem Estrelas
Resenha – Céu Sem Estrelas

Mesmo lendo diversos livros (ás vezes mais de um ao mesmo tempo, confesso), poucos conseguem me prender a ponto de eu ter aquele sentimento de não querer terminar, mas ao mesmo tempo querer saber o final da história. E foi exatamente isso que aconteceu com Céu Sem Estrelas.

Resenha

Comecei despretensiosamente, era um livro que estava na minha estante desde a Flipop e me chamava atenção desde que comprei, então passei na frente das outras dezenas. A leitura é suave e fluída, tanto que quando dei por mim já estava quase na metade do livro, no primeiro dia. Me identifiquei de uma maneira absurda com a Cecília, uma jovem que recentemente entrou na faculdade, tem poucas amigas e passa por problemas de autoestima por ser gorda e não aceitar a imagem que vê no espelho. Ela também enfrenta problemas familiares que interferem diretamente no seu rendimento na faculdade.

Além da abordagem sobre autoestima e relação com o próprio corpo, a autora também traz à tona problemas com relacionamento abusivo, problemas de saúde psicológica e amizade. A escrita deu fluidez à história, mesmo com abordagens de tópicos pesados e que podem trazer gatilhos para algumas pessoas.

Em muitos momentos via nitidamente minha versão adolescente na personagem, o que fazia me sentir nostálgica e repensar em tudo que enfrentei nesta época da minha vida.

A história não é mais um clichê, absolutamente longe disso. O livro deve não somente ser lido por adolescentes, mas também por jovens que já superaram esses problemas, para ter uma visão de como é difícil, mas que da maneira certa, tudo fica bem.

Você encontra Céu Sem Estrelas na Livraria Saraiva ou Amazon, em e-book ou capa comum.


Ficha Técnica

Editora Seguinte
304 páginas
Autora: Iris Figueiredo