Resenha – A poeta X
Resenha – A poeta X

Escrito por Elizabeth Acevedo, A Poeta X é um livro de poemas sobre Xiomara, uma adolescente afro latina que mora no Harlem, em Nova Iorque e sente-se agoniada e sufocada por tudo que a cerca. 

No início a leitura é leve, com Xiomara descrevendo sua rotina de adolescente em poemas no caderno que seu irmão gêmeo deu de presente. Ela descreve sua relação difícil com a mãe, que é extremamente religiosa e quer que a filha siga seus passos e como seu irmão gêmeo e sua melhor amiga são as pessoas que a salvam dos pensamentos ruins e das dificuldades que enfrenta. 

Um ponto muito delicado trazido no livro é a objetificação da mulher afro latina, como Xiomara. Uma adolescente já é assediada e passa todos os dias por conflitos internos e não querer o corpo que tem, de não aceitar ser vista somente como um objeto de desejo dos meninos do bairro ou da escola. Por isso, Xiomara acaba se escondendo dentro de si mesma e tendo como refúgio seu caderno de poesias.

Ao começar sua nova fase na escola, ela passa a ter aulas com uma professora que criou um grupo de poesia na escola, um lugar onde os alunos vão para ler e interpretar os próprios poemas. Mesmo com o desejo de participar, Xiomara se prende ao pulso firme da mãe de frequentar a igreja e participar das aulas de crisma, que conflitam com o grupo de poesia. 

Xio também passa pelo primeiro relacionamento com um menino, às escondidas da mãe, enfrenta o conflito de identidade do irmão gêmeo e o dilema interno de duvidar e questionar o que ouve e aprende na igreja que sua mãe a obriga ir. 

O livro tem uma leitura simples e bem fluída, por ser em versos e poemas curtos. A essência da história e tudo que é descrito por Xiomara são passagens para se pensar em questões como a objetificação de seu corpo, a sua insegurança, seus questionamentos sobre a religião da mãe e suas dificuldades de ser uma adolescente no Harlem. Foi um livro que mexeu muito comigo e me fez pensar em coisas que são fora da minha realidade. Indico muito a leitura principalmente para mulheres.