13 Livros escritos por mulheres
13 Livros escritos por mulheres

Há algum tempo tenho procurado ler mais livros escritos por mulheres, sem restrição de gênero literário. Ir além de livros com temáticas feministas, me fez abrir a cabeça em relação à minha própria escrita. E convenhamos, há muitos anos os homens tomam conta do mercado editoral mundo afora, já está na hora de valorizarmos as escritoras e divulgar cada vez mais seus trabalhos.

Hoje trouxe alguns dos meus livros favoritos. Na lista não estão por ordem de prefência e nem estão todos os que eu gostaria de indicar, mas acredito que são um ótimo começo pra deixar sua estante com mais nomes de mulheres.

1 – Rita Lee, uma autobiografia


Acredito que a Rita Lee é conhecida por todos. Cantora, compositora e ativista desde os anos 60, Rita escreveu sua autobiografia que passa por sua infância, adolescência e descreve com detalhes como foi o início de sua carreira. Durante sua história, alguns momentos me marcaram muito, como sua relação com o pai, os preconceitos que teve que enfrentar ao longo da vida, por ser uma mulher fazendo música e o abuso que sofreu quando ainda era criança.

A leitura é quase magnética, com escrita detalhada e que te transporta para os momentos descritos.

Disponível na Amazon

2 – Girlboss – Sophia Amoruso

Aqui no blog já fiz a resenha do livro e da série original da Netflix baseada na história da Sophia. A leitura é muito inspiradora, principalmente pra quem está com pé atrás de se jogar em algum projeto sozinha. Quem sabe você não termina de ler e já desengaveta aquela sua ideia que deixou de lado por medo?

Disponível na Amazon

3 – Clube da Luta Feminista – Jessica Bennett

O livro é praticamente um manual de sobrevivência em ambientes machistas e tóxicos. Com bom humor, a autora aborda situações reais, que muitas de nós vivemos principalmente em ambientes corporativos e com a predominância de homens. É uma leitura leve, descontraída e o tipo de livro que você lê um pouquinho por dia, nos momentos de folga ou no caminho do trabalho. Inclusive inspirou algumas mulheres a criarem seu próprio clube. Que tal?

Disponível na Amazon

4 – Mulheres e poder – Mary Beard

Fiz uma resenha recentemente sobre o livro da Mary. Acredito que seja uma leitura fundamental para se ter uma noção de como as mulheres foram vistas quando estiveram em posição de poder e a mudança no comportamento daquelas que atingem cargos altos, como presidências, por exemplo.

Disponível na Amazon

5 – #MeuAmigoSecreto – Coletivo Não me Kahlo

O livro escrito pelas mulheres do Coletivo Não me Kahlo, traz dados de pesquisas, estudos e um apanhado geral de diversos aspectos nos quais as mulheres estão inferiorizadas. O livro traz pontos como: diferenças de remuneração no trabalho, racismo, violência e marginalização da mulher. Ele foi uma das referências que use na época que desenvolvi o trabalho de conclusão de curso na faculdade e a leitura dele é essêncial e importante principalmente por aquelas que ainda não se sentem confortáveis de se dizer feminista.

Disponível na Amazon

6 – Mulheres – Carol Rossetti

A ilustradora começou uma série em suas redes sociais que se transformou em livro. As ilustrações mostram personalidades, situações e comportamentos de diferentes mulheres, deixando claro que é normal ser você mesma, mesmo que não se encaixe em padrão algum. Afinal, nenhum ser humano é igual ao outro. É impossível não se identificar com pelo menos uma ilustração do livro!

Disponível na Amazon

7 – Não sou uma dessas – Lena Dunham

Lena é criadora, roteirista e atriz na série Girls e neste livro ela conta de maneira leve e descontraída alguns momentos da sua vida. O que mais me chamou a atenção ao longo da leitura foi como ela traz a sensação “gente como a gente”, mostrando que as paranóias e inseguranças que eu tenho, são semelhantes as que ela teve. Tive uma identificação absurda no capítulo que ela fala sobre a relação dela com o corpo e como passou por diversas situações constrangedoras em tentativas de fazer dieta.

Disponível na Amazon

8 – Tudo nela brilha e queima – Ryane Leão

Ryane compartilha suas poesias nas redes sociais e no livro Tudo nela brilha e queima, ela reuniu poesias inéditas sobre sua luta como mulher negra, autoestima e amor. As poesias são fortes, intensas e o livro é perfeito pra ler uma poesia por dia pra dar forças.

Disponível na Amazon

9 – Mas você vai sozinha? – Gaia Passarelli

Também já fiz um post aqui no blog sobre o livro da Gaia. Quando li ele, me senti inspirada e encorajada a me jogar numa viagem sempre que me der na telha (e tiver dinheiro pra passagem, claro). Gaia descreve suas experiências em diversos lugares do mundo de uma forma leve e o livro ainda possui ilustrações lindas da Anália Moraes.

Disponível na Amazon

10- Os homens explicam tudo para mim – Rebecca Solnit

Já ouviu por aí a expressão “Mansplaining”, certo? Foi a escritora Rebecca Solnit que atribuiu o conceito de “excesso de confiança e falta de noção”, principalmente dos homens em relação às mulheres. No livro ela descreve a situação que viveu quando um homem insistiu em explicar pra ela um livro que havia lido, mesmo com inúmeras tentativas de interromper, o homem só se calou quando ela consegiu dizer que a autora do livro era ela mesma. Além disso ela traz outros pontos gerados por esse tipo de comportamento, como a falta de credibidade das mulheres perante os homens, principalmente no meio corporativo.

Disponível na Amazon

11- Outros jeitos de usar a boca – Rupi Kaur

Esse livro ficou muito popular nos últimos anos. São poesias pequenas e intensas, que trazem questões de amor, violência e autoestima. A Rupi Kaur também compartilha suas poesias em suas redes sociais e no Brasil já foi lançado um segundo livro de sua autoria, O que o sol faz com as flores. Recomendo a leitura de ambos, principalmente pra quem ainda não se apegou ao gênero de poesia, é uma ótima forma de começar.

Disponível na Amazon

12- As lendas de Dandara – Jarid Arraes

Tive o prazer de conhecer a Jarid pessoalmente em uma oficina que participei há um tempo. As lendas de Dandara foi seu primeiro livro, publicado de forma idenpendente e depois relançado por uma editora. A narrativa conta a história de Dandara, que lutava para reconquistar a lliberdade e dignidade sua e de seus irmãos. Todo o livro é ilustrado por Aline Valek. Recentemente As lendas de Dandara foi lançado em uma edição francesa.

Disponível na loja da autora

13 – O ano em que disse sim – Shonda Rhimes

Sim, é a Shonda criadora das séries Gray’s Anatomy e Scandal. Mas neste livro ela não fala somente da sua história profissional, Shonda também descreve situações da sua vida pessoal nas quais ela se restringia e se sabotava por medo e falta de confiança. Até que ela decide dizer sim pra todas as oportunidades que surgir. É uma ótima leitura pra absorver e se inspirar.

Disponível na Amazon

E você indicaria qual livro escrito por mulheres? Me conta nos comentários!